sexta-feira, 7 de março de 2014


No caminho havia uma horta. Havia uma horta no meio do caminho.


Publicado em / /            2 Comente esse post
Imagem da Internet

Depois do rápido post de apresentação, venho com um que também é sobre meu começo.
Essa parte eu não me lembro de fato; porém minha mãe me contou. Então tá valendo!

Bom, decidi começar o blog falando do meu nascimento, que foi um pouco agitado. Mas não pense que foi porque era carnaval.

19/02/1991: Estava tudo programado para eu nascer em Março, porém meu pai quis fazer uma horta no nosso quintal (onde uma parte era de terra). Ele havia preparado a terra e feito alguns buracos para plantar algumas verduras porém começou a chuviscar... e naquela manhã minha mãe havia lavado algumas roupas, e na correria para salvar a roupa seca, minha mãe tropeçou dentro de um dos buracos e caiu. Ah, não deu outra. Teve que levá-la correndo pro hospital, porque eu já estava lá na barriga bravo querendo sair e ver quem foi o responsável por interromper meu soninho. rs

Resumindo; com um mês de antecedência, nasci todo fofo e lindo, porém sem sobrancelha! Até porque não tinha dado tempo de formar. Mas isso era detalhe. Ou melhor, era um charme.

Desde lá eu sou essa pessoa ansiosa, apavorada e apressada.
Detesto esperar e chegar atrasado nos lugares.
Detesto carnaval.
E sim, também odeio que me acorde.

Pedro, o bebê apressado que esqueceu de pegar as sobrancelhas na barriga da mãe.



2 comentários:

Any disse...

ai, que história fofa. <3
"Pedro, o bebê apressado que esqueceu de pegar as sobrancelhas na barriga da mãe." adorei, haha!

Carolina Bachiega disse...

Ahhh eu tbm nasci antes da hora, minha mãe caiu mas foi na fila do banco, pq naquela época não tinha essa coisa de fila preferencial :) Bjosss

Postar um comentário

Comente, mantenha esse blog vivo!