segunda-feira, 10 de março de 2014


Sobre esperança: O mendigo


Publicado em / /            Comente esse post


Essa tag chamará VIRTUDES e nela vou falar algumas situações que presenciei e decidi associar com alguma virtude que temos. Ou não.

De todos as virtudes, a esperança é o que mais me motiva a seguir em frente. Não sei porque levo esse sentimento comigo e me prendo a ele cada vez mais. Ter esperança é acreditar no futuro. Acreditar que tudo vai dar certo, que os problemas vão se resolver e tudo voltará a ser como antes.

Um dia estava na fila de uma casa lotérica e enquanto esperava a minha vez para ser atendido, eis que me deparo com um senhor com o rosto todo sujo, cabelo comprido, barba bem cheia e vestindo roupas muito velhas e rasgadas esperando sua vez na fila preferencial.

Usando um chinelo todo surrado e carregando uma mochilinha nas costas, logo presumi que ele era um morador de rua. Ele andava arrastando o pé e com muita dificuldade. Me incomodou mas fiquei ali, apenas observando o que ele faria. Sua vez chegou e ele tirou do bolso da calça suja e rasgada um papel. Nele, continha uns números e a atendente sorriu e fez uma brincadeira com o pobre senhor. Com certeza eles já se conheciam e ele com certeza já deve ir ali várias vezes, pois logo ela emendou: "o de sempre, né?"

Quando olhei bem, vi que o senhorzinho estava apostando na loteria. Bom, eu parei e pensei: ele tem esperança que um dia a vida dele possa mudar. Depois desse dia já vi esse senhor algumas vezes na rua, com o mesmo andar lento e arrastando o pé e com a mesma mochilinha.

Bom, com certeza ele deve estar apostando ainda. E eu também, estou apostando em um futuro novo, em uma vida nova e que me faça feliz. Não quero riquezas, quero apenas continuar tendo a esperança que podemos ser felizes e que quem sabe, não confiar apenas que uma loteria possa mudar a nossa vida.

Pedro, o que corre atrás dos sonhos.



0 comentários:

Postar um comentário

Comente, mantenha esse blog vivo!