domingo, 8 de junho de 2014


A primeira tatuagem


Publicado em / /            Comente esse post

Coragem devia ser o nome desse post. Desde que entrei na adolescência, sempre tive a vontade de fazer uma tatuagem.
Acho muito legal a forma de se expressar e algumas delas são tão criativas que eu queria para mim. Porém eu nunca tive coragem de ir a um estúdio e de fato rabiscá-la.

Com o passar do tempo eu ia escolhendo um desenho para se tornar a minha identidade, algo que seria só meu e ninguém mais teria a ideia de fazer. Pensei em tatuar frase, signo, desenhos da moda e por aí vai. Porém com a falta da ideia perfeita, fui esquecendo desse desejo.

Mas eu tenho uma listinha de metas para o ano, e quando fui revisa-la o que eu não tinha feito? A tatuagem!
E de uns tempos para cá eu estou sentindo muito a vontade de ter uma. Eu falo para meus amigos que eu não quero morrer sem ter certas sensações. Tatuar é uma delas.

Fazer uma tatuagem não vai me criminalizar.
Fazer uma tatuagem não vai me deixar mais pirado.
Fazer uma tatuagem não vai afetar minha fé.
Fazer uma tatuagem é uma vontade que tenho e que vou realizar.

É engraçado como um desenho no corpo pode ser considerado tabu nos dias de hoje. Uma era tão evoluída em saúde e eletrônicos e as pessoas ainda acham no direito de julgar. Como dizia um amigo, aperte o botão do f*da-se!



Pedro, o que vai tatuar uma ideia.



0 comentários:

Postar um comentário

Comente, mantenha esse blog vivo!